Gerar menos lixo, apagar as luzes dos cômodos, doar ou trocar suas roupas. Hábitos simples, mas que fazem a diferença. Você já parou para pensar que tudo aquilo que consome – alimentos, roupas, lazer, transporte – gera algum tipo de impacto? Seja na natureza, nas suas finanças ou até mesmo na sua saúde, consumir – e descartar - demanda consciência.

A adoção de práticas mais sustentáveis vem aumentando entre os brasileiros, embora mais da metade da população ainda não incorpore no dia a dia hábitos de consumo consciente. O dado, levantado pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), acende uma luz vermelha: economizar recursos – ambientais e financeiros – ainda não é uma prioridade para muita gente!

 

Conhecido também como consumo sustentável, o consumo consciente pode ser resumido como a prática de consumir menos, mas consumir melhor. Se você está comprometido a produzir menos lixo, evitar tantas embalagens, deixar de comprar aquilo que você já tem ou que pode ser consertado ou reaproveitado….pimba! Você é um consumidor consciente!

O consumo consciente evita o desperdício de dinheiro, pode ser uma “mão na roda” para ajudar a controlar as suas finanças, e de quebra faz um bem danado para o nosso meio ambiente. Nossos recursos não são infinitos (o planeta é um só!), e por isso já passou da hora de evitarmos o consumo exagerado!

E se você acha que ser mais sustentável dá muito trabalho, está completamente enganado. Confira abaixo 8 dicas que podem – e devem – ser adotadas no seu dia a dia!

  1. Avalie previamente o seu orçamento e não compre por impulso.
  2. Planeje as compras do dia a dia, como supermercados e feiras e consuma as frutas e verduras da estação.
  3. Feche a torneira ao escovar os dentes.
  4. Evitar usar a mangueira para lavar a calçada.
  5. Apague as luzes dos cômodos vazios.
  6. Verifique a quantidade de energia que os eletrodomésticos consomem antes de comprá-los.
  7. Não jogue fora: doe ou troque as suas roupas.
  8.  Evite imprimir papéis.