FGTS, saiba como investir

Em setembro começa uma nova fase para a economia brasileira. O governo anunciou novas regras para o saque do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), nas modalidades Saque Imediato e Saque Aniversário, e os detalhes podem ser acessados no site: http://www.caixa.gov.br/beneficios-trabalhador/fgts/saque-FGTS/Paginas/default.aspx

A promessa do governo é que, com esta liberação, a economia volte a dar um “respiro”, movimentando os negócios no mercado. Em um momento de “crise”, essa estratégia pode ajudar a recuperação do PIB (Produto Interno Bruto) e, também, na criação de novos empregos. Atualmente existem 262 milhões de contas de trabalhadores no FGTS. A previsão para os próximos 10 anos é que sejam criados 3 milhões de empregos formais e que o PIB per capita tenha um aumento de 2,5 pontos percentuais.

A grande dúvida é: O que devo fazer com meu FGTS? Pago dívidas? Ou seria melhor investir? Troco de carro? Quito minha casa? Essas dúvidas nos cercam porque em um momento de economia instável é perigoso arriscar. Por isso o Consórcio Servopa traz algumas dicas para que você tenha mais tranquilidade para lidar com o seu dinheiro.

O ideal é não gastar em compras

Para especialistas em finanças a dica de ouro é: não gaste em compras supérfluas e sem planejamento. O ideal, antes de tudo, é analisar a sua situação financeira e entender quais são as melhores de possibilidades de investir o dinheiro e não simplesmente gastá-lo à toa.

É preciso olhar para este dinheiro com carinho e atenção, e usá-lo para realizar sonhos e objetivos. Nada melhor do que poder realizar um sonho em curto prazo, e para isso o FGTS acaba sendo uma boa opção.

 A dica é investir no futuro e criar metas de curto, médio e longo prazo. Portanto seja para comprar um carro, um imóvel ou simplesmente viajar, é necessário que você aprenda a guardar o dinheiro. Sendo assim, o consórcio acaba sendo uma excelente opção, já que ele atua como uma poupança forçada, em que futuramente será possível retirar o dinheiro à vista e realizar o plano desejado.

Outros tipos de investimentos

A nova distribuição do FGTS deve superar a inflação e até mesmo aplicações mais conservadoras, que rendem menos, como a poupança. Outros investimentos possuem taxas administrativas que podem não compensar, em comparação com  o fundo. Por isso, é necessário calcular, com cuidado, qual é a aplicação mais vantajosa. Para quem tem dificuldades em administrar o dinheiro, a dica é deixar o FGTS guardado para não correr riscos.

Por isso o ideal é pesquisar com tranquilidade o melhor investimento – se será um consórcio, tesouro direto, ações ou simplesmente a poupança. Todos devem ser analisados com cuidado para que no futuro não ocorram as famosas “surpresas”.

Pagamento de Dívidas

Quem quiser utilizar esse dinheiro para pagar dívidas, cuidado com as negociações. Só vale a pena utilizar esse fundo se for para quitar toda a dívida, caso contrário, o dinheiro investido irá, apenas, amortizar o valor devido. Por isso tudo deve ser calculado para que a negociação valorize o seu dinheiro e para que você tenha vantagens, como taxas e juros menores.

E para finalizar, a vida realmente pede muitas coisas e você pode conseguir todas as que desejar, basta investir do jeito certo. Ficou interessado? Mais detalhes em nosso site: www.consorcioservopa.com.br